Anuncios

quinta-feira, junho 30, 2011

Parece Ficção, mas é Brasil - Monte Roraima


Ao norte de Roraima, na fronteira da Venezuela, Brasil e Guiana, surge uma cadeia de montanhas com formato diferente das usuais. Não há cumes pontiagudos, mas sim formações rochosas planas (platôs), os chamados tepuis, que não são encontrados em nenhum outro lugar do mundo.

Lá no alto, imponente, encontra-se o Monte Roraima com seus 2.734m de altitude, um dos pontos culminantes do Brasil e morada de um ser muito especial para os índios e moradores da região: o semi-deus Makunaima, regente de toda a natureza. Não confundir com o Macunaíma de Mário de Andrade, pois o guardião da montanha é um bravo guerreiro indígena, ao contrário do personagem, retratado como um anti-herói pelo escritor.

O local serviu de inspiração para Sir Arthur Conan Doyle, criador de Sherlock Holmes, escrever a obra “O Mundo Perdido”. No livro de 1912, um cientista descobre seres pré-históricos num planalto da Floresta Amazônica e tenta convencer a sociedade britânica que são dinossauros. 

Apenas 5% do Monte pertence ao Brasil e uma outra pequena parte à Guiana, já que a maior porção encontra-se na Venezuela, no Parque Nacional do Monte Roraima, único lado possível de se chegar ao topo por meio de trilhas. Vários montanhistas já tentaram abrir uma via de escalada pelo lado canarinho, a face sul, mas até o momento ninguém obteve sucesso.


2 comentários:

  1. Ótimo infográfico do Webventure, ainda não tinha visto. Parabéns pelo site.

    ResponderExcluir
  2. tomas tancredi11/15/2011 5:24 AM

    como nao sao encontrados em lugar nenhum do mundo? A table mountain na cidade do cabo é simbolo mundial deste tipo de formação, fora diversas montanhas na namibia e outras varias que devam existir...

    ResponderExcluir